| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Opinião de futebol do Jhon Jhon
Desde: 14/01/2018      Publicadas: 5      Atualização: 14/01/2018

Capa |  jhonatan


 jhonatan

  14/01/2018
  0 comentário(s)


Flamengo: ações políticas e esportivas

Salve, salve, Nação! Tudo na paz? Chegamos ao fim de mais uma semana sem futebol com expectativas melhores do que na semana passada. A novela Rueda acabou, a barca começou a zarpar e profissionais contestados deram adeus ao clube. Nosso elenco se reapresentou hoje e esperamos ter um ano melhor.

É interessante ver como algumas poucas ações fazem o tom de cobrança de alguns torcedores mudarem. No fim do ano passado, este que vos fala via um cenário catastrófico para 2018. Por enquanto, isso vai sendo deixado de lado. No entanto, vejo algo além de meras atitudes esportivas nas ações que a diretoria do Flamengo vem tomando. Vejo contornos políticos em algumas delas. Vejamos: Chegada de Carpegiani Currículo por currículo, Carpegiani é menor que Felipão e Cuca, dupla citada para assumir o posto de Reinaldo Rueda. Porém, o atual treinador traz com ele um período nostálgico, de quando fomos o maior clube do mundo. É normal que os cartolas apostem em ídolos em momentos complicados. O Flamengo não é o primeiro, nem será o último. Um cara com história consegue apaziguar os ânimos, pelo menos momentaneamente. Vejo a volta do treinador como um escudo político para a diretoria. Por quê? Eduardo Bandeira de Mello, Rodrigo Caetano e Fred Luz estão queimados com parcela da torcida. A projeção de um “ano mágico” que não aconteceu gerou desgaste. Nem mesmo no período 2013-2015 quando brigamos para não cair, a rejeição à Chapa Azul foi tão grande. Então, qual motivo de colocar um escudo? Simples, final do ano tem eleição. A oposição (que já foi situação) “bateu” forte no final de 2017 e nos bastidores vem se organizando para lançar uma chapa única. Bandeira não pode ser reeleger, mas vai indicar alguém para suceder. E aí, amigo, numa disputa política, ninguém quer perder. Fora que há outro detalhe importantíssimo…. você há de recordar que no final de 16 e início de 17, EBM estava sendo cotado para ser Governador do combalido Rio de Janeiro. O mandatário rubro-negro nunca confirmou que estaria no pleito, mas também não negou. Dadas as circunstâncias que o número de flamenguistas no Estado é maior que o dos nossos rivais (apenas na capital temos 50,3% de torcedores), e Bandeira é considerado pela mídia um grande administrador, que tirou o Flamengo da posição de clube mais devedor do país, as chances de vitória em um possível pleito é grande. Até dá para forçar e fazer uma comparação entre a situação do Mais Querido em 2013 e do Rio de Janeiro hoje. Para que algum pleito seja vencido, é preciso que o futebol esteja em dia. Aí, você me pergunta, ô Matheus, o Carpegiani está envolvido em tudo isso? Diretamente, não! Mas a sua escolha, ao meu ver, segue a linha de calmaria que a diretoria deseja, para começar o ano em paz. Imagina começar o Campeonato Carioca sem treinador? Isso faz a temporada começar turbulenta, tudo que não é preciso neste atual momento. O treinador campeão de 1981 é escudo porque foi afirmado por todos na apresentação que ele vai tampar buraco, até achar um nome de consenso no mercado. Isso quer dizer que podemos ter uma mudança de planejamento ao longo da temporada. Basta uma série de resultados ruins e Carpegiani pose entrar no “bico do corvo”, como é comum no futebol brasileiro. Saída dos protegidos Ufa! Dois deles já foram embora. Mas, vem cá? Não demorou demais? Aposto que a esmagadora maioria irá responder que sim. É fato verídico que depois da chegada de Rueda, Márcio Araújo, Gabriel e Vaz não foram mais usados de forma constante. Muralha jogou mais partidas devido à situação da Copa do Brasil. Se o quarteto era protegido pela diretoria, porque ser negociado agora? De uma hora para outra descobriram que eles são ruins? No segundo semestre de 2017 pipocaram casos de que eles eram pretendidos por outros clubes, mas a negociação era travada pelos próprios cartolas. A desculpa de que desfazer deles poderia causar prejuízos esportivos vai por água abaixo ao ver que eles jogaram poucas vezes com o técnico colombiano. Como uma parte significativa da massa desejava mais a barca do que possíveis novas contratações, a saída do quarteto geraria um pouco mais de paz para os cartolas. Vale lembrar também que as contratações de Diego Alves e Rueda foram baseadas nos pedidos da torcida. Saida de profissionais contestados As saídas de Fernando Gonçalves e Victor Hugo seguem o mesmo padrão dos protegidos. Trazem um alento para a torcida, que criticava diariamente o trabalho destes profissionais. Todas as medidas tomadas acima são esportivas. Mas, não dá pra separar a disputa política de vai acontecer no final do ano. Pessoalmente, gostei de quase todas as mudanças. Ainda não cheguei ao consenso da contratação de Carpegiani. Não vejo nele um profissional com capacidade para comandar um projeto longo. Devido às eleições, acredito que a paciência com o futebol seja menor neste ano. Que a Força esteja conosco!

  Autor: Matheus Brum


  Mais notícias da seção Jhonatan no caderno jhonatan
14/01/2018 - Jhonatan - A importância de não ter perebas no elenco
O Flamengo inicia 2018 tentado superar a sofrência que 2017 foi. Buscando uma nova esperança para a temporada que se inicia, conseguimos nos livrar de alguns males que por anos nos atormentavam, parecia um carma, e por menos que se esperasse, lá estava novamente, é a Lei de Murphy agindo....
14/01/2018 - Jhonatan - Viu essa? Dirigente do Fla confirma que Guerrero não recebe salário enquanto estiver suspenso
Desde o início de novembro o Flamengo não conta com um de seus principais atletas do elenco: o peruano Paolo Guerrero. Suspenso por doping, o atacante desfalcou o rubro-negro em jogos importantes e o clube chegou a ter a rescisão contratual do camisa 9 em pauta. ma das grandes questões que se falava...
14/01/2018 - Jhonatan - Saiba o último detalhe que impede a apresentação de Marlos Moreno no Flamengo
Depois de dias de novela e espera para a torcida, o Flamengo chegou a acerto para ter o seu primeiro reforço da temporada de 2018: trata-se do meia-atacante Marlos Moreno. O jogador está no Rio de Janeiro desde o último sábado (13), contando as horas para ser oficializado como atleta do Mais Querido...
14/01/2018 - Jhonatan - Os favaritos da copa do mundo
UruguaiBrasilArgentinaAlemanha FrançaOs favoritos são esses...



Capa |  jhonatan
Busca em

  
5 Notícias